Nas últimas semanas falamos sobre os estudos que têm sido realizados pela comunidade científica para descobrir e comprovar os benefícios da meditação para nossa saúde. Neste texto vamos falar sobre mais dois benefícios da prática meditativa: tratamento para dor crônica e prevenção do envelhecimento do cérebro.

Meditação e seus benefícios para dor crônica e envelhecimento saudável. Fonte: (1).

A dor crônica é a dor que dura mais de três meses ou que leva mais do que o tempo normal para um tecido do nosso corpo ser curado. Sabe-se que a dor crônica está muitas vezes associada com problemas como vício de medicamentos para dor e também depressão. Dessa forma, um maior interesse tem sido dado a tratamentos alternativos à medicação, como a meditação. Para isso, pesquisadores realizaram uma meta-análise (técnica estatística para integrar os resultados de dois ou mais estudos independentes, sobre uma mesma questão de pesquisa, combinando os resultados de tais estudos) com estudos sobre os efeitos da meditação tipo “mindfulness” em indivíduos com dor crônica devido a enxaqueca, dor de cabeça, dor nas costas, artrite e nevralgia (conjunto de sintomas dolorosos associados a lesões de nervos periféricos). Esse estudo mostrou evidências de que a meditação foi capaz de reduzir a dor crônica no grupo que a praticou quando comparado com grupos controle que não praticaram meditação. Além disso, efeitos na diminuição de depressão e aumento de qualidade de vida também foram observados para o grupo que praticou meditação (2).

Além do tratamento para dor, um estudo publicado no final de 2020 mostrou que a meditação tipo “mindfulness” pode aumentar a performance de atenção, a qual declina ao longo da idade resultando em uma maior susceptibilidade à distração em adultos mais velhos e idosos. O processamento visual, o qual é a habilidade do nosso cérebro fazer com que imagens que observamos façam “sentido”, tem seu tempo traçado de acordo com três processos: a codificação sensorial (imagem se formando a partir dos olhos) (50-80 milissegundos), descriminação inicial do estímulo (100-200 ms) e processamento cognitivo (200-400 ms). Depois de 6 meses de práticas meditativas, praticantes adultos acima de 50 anos foram submetidos a avaliação do processamento visual. Para isso, os praticantes deveriam responder pressionando o teclado do computador quando observassem uma letra “A” aparecendo antes de outra letra em uma rápida apresentação. Os praticantes de meditação tiveram aumento da ativação neural durante os três processos (sensorial, discriminativo e cognitivo) e consequentemente melhor processamento visual comparado com o grupo controle que não praticou meditação. Os pesquisadores sugerem que isso pode ser resultado da melhora da integridade e conectividade da matéria branca (tecido composto de fibras neurais que conectam células nervosas) no cérebro de indivíduos que praticaram meditação. Esse estudo indica que a meditação “mindfulness” pode então melhorar processos neurais que se deterioram com o envelhecimento normal e também com doenças degenerativas relacionadas com a idade (3).

Com os textos publicados nesse mês pudemos aprender mais sobre o que é meditação, o que acontece quando meditamos e os benefícios que essa prática traz para a nossa saúde, incluindo o tratamento e prevenção de depressão, hipertensão, diabetes, dor crônica e envelhecimento. Para saber um pouco mais sobre os benefícios da meditação associados à neurociência, você pode assistir a uma conversa com a Monja Coen Rōshi e a neurocientista Dra. Ana Paula Mendes Silva clicando nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=DwDS_zl-jU8&list=LL&index=2. Ficou com vontade de praticar meditação depois de saber mais sobre todos os seus benefícios? Que bom! Na semana que vem vamos dar dicas de sites, vídeos e aplicativos de meditação. Até lá!

Por Bianca Ribeiro

Referências

(1) https://fivmagazine.com/meditation-tips-exercises-relaxation-self-love-mindfulness-videos/ Acessado em 23 de março de 2021.

(2) Lara Hilton, MPH, Susanne Hempel, PhD, Brett A. Ewing, MS, Eric Apaydin, MPP, Lea Xenakis, MPA, Sydne Newberry, PhD, Ben Colaiaco, MA, Alicia Ruelaz Maher, MD, Roberta M. Shanman, MS, Melony E. Sorbero, PhD, Margaret A. Maglione, MPP, Mindfulness Meditation for Chronic Pain: Systematic Review and Meta-analysis, Annals of Behavioral Medicine, Volume 51, Issue 2, April 2017, Pages 199–213, https://doi.org/10.1007/s12160-016-9844-2

(3) Isbel, B., Weber, J., Lagopoulos, J. et al. Neural changes in early visual processing after 6 months of mindfulness training in older adults. Sci Rep 10, 21163 (2020). https://doi.org/10.1038/s41598-020-78343-w

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.