Na última semana vimos o que é o câncer de mama, onde ele pode se desenvolver e também fomos apresentados a algumas estatísticas a respeito dessa doença. O câncer de mama é multifatorial, ou seja, pode ser causado por diversos fatores. No texto de hoje iremos ver quais são os fatores que têm, segundo as pesquisas, comprovadamente mais relação com o surgimento do câncer de mama.

Vale relembrar que o câncer é uma multiplicação anormal de células em qualquer parte do corpo humano. Quando essa multiplicação ocorre em um dos tecidos mamários chamamos de câncer de mama (figura 1). Porém, a razão pela qual as células começam a se multiplicar de maneira desordenada não é única, por isso, podemos dizer que o câncer é uma doença multifatorial. Ainda assim, conseguimos estabelecer alguns fatores que levam com maior frequência ao surgimento do câncer de mama.

Figura 1: etapas que mostram o surgimento de um câncer de mama. Fonte: cartilha da Sociedade Brasileira de Mastologia.

 

Pesquisas recentes mostram que uma alimentação balanceada e a prática constante de exercícios físicos são importantes para se prevenir o câncer de mama. De acordo com um relatório divulgado pelo Fundo Mundial de Pesquisa do Câncer em parceria com o Instituto Americano de Pesquisas em Câncer, estar com sobrepeso, principalmente após a idade adulta, aumenta a chance de desenvolver câncer de mama. Em mulheres adultas, o tecido adiposo (gorduroso) em excesso no corpo promove a circulação de substâncias como a insulina e o estrógeno que, por sua vez, estimulam a carcinogênese (surgimento de células cancerosas).

Já em meninas e em adolescentes, a presença de gordura no corpo pode ter efeito protetivo contra o câncer de mama. Estudos indicam que nessas fases da vida a presença de gordura no corpo pode reduzir a quantidade de sinalizadores celulares que aumentam a proliferação de células defeituosas. Apesar desses indícios, a relação gordura no corpo X chance de desenvolver câncer de mama X idade ainda é complexa e médicos indicam que o melhor é sempre se manter em uma faixa de peso saudável.

A amamentação e a primeira gravidez antes dos 30 anos também são considerados fatores protetivos contra o câncer de mama. A idade da primeira menstruação (menarca) e o início da menopausa também são relacionados ao desenvolvimento da doença: menstruar antes dos 12 anos e iniciar a menopausa após o 55 anos aumentam a exposição das células da mama a hormônios que podem levar a multiplicação de células defeituosas. Com relação à alimentação, alguns estudos mostram que alimentos ricos em carotenóides e cálcio (como cenoura e leite) e legumes pobres em amido (como brócolis) podem reduzir a chance de desenvolver câncer de mama.

Outro fator relacionado à alimentação é o álcool. Presente em vários tipos de bebidas, ele é metabolizado principalmente no fígado, mas as células do tecido mamário também podem – em menor grau – metaboliza-lo. Nesse processo, há a formação de espécies reativas de oxigênio que podem provocar danos no material genético das células e dar início ao câncer de mama. No entanto, segundo os cientistas, ainda não compreendemos totalmente a ligação do consumo de álcool com o surgimento da doença.

Apenas com esses exemplos podemos constatar o quanto o câncer de mama é uma doença multifatorial, cuja causa é difícil de ser isolada. Além de todos esses fatores que comentamos, mutações em alguns genes podem desempenhar papel importante no estabelecimento do câncer de mama, como o BRCA1 e o BRCA2. Afinal qual é a função desses genes e por qual razão eles são importantes para o câncer de mama? No texto da próxima semana teremos as respostas para essas perguntas. 

 

Por Nathália de Moraes

nathalia.esalq.bio@gmail.com

 

Referências

[1] http://journal.waocp.org/article_29086_2060f3af740ebc2fa2a6c21ef649a36b.pdf

[2] https://www.wcrf.org/sites/default/files/Breast-cancer-report.pdf

[3] https://www.wcrf.org/dietandcancer/exposures/body-fatness

[4] https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6754861/

[5] https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4299758/#:~:text=Although%20liver%20is%20a%20primary,cells%20%5B9%2C114%5D.

[6] https://www.ajpmonline.org/article/S0749-3797(13)00646-6/pdf

[7] https://sunnybrook.ca/content/?page=occ-prevention-breastcancer-ync-rec4-plantdiet

[8] Fonte da imagem em destaque: https://br.freepik.com/vetores-gratis/apoio-do-cancer-rosa-vetor-fita_684233.htm

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.