A chegada das vacinas contra os vírus que causam a covid-19 está gerando muitas dúvidas. Além disso, notícias falsas e informações incompletas têm gerado um clima de incertezas que é muito perigoso. No texto desta semana, vou responder algumas dessas perguntas. Se você tem outras dúvidas, manda uma mensagem para nós aqui nos comentários, nas nossas redes sociais ou por e-mail.

Novo coronavírus

Se uma pessoa tomar a vacina, ela ainda precisa usar máscara? Ela ainda pode transmitir o vírus? Se estamos falando das vacinas contra covid-19, a resposta é sim. Todas as vacinas aprovadas para serem usadas na população são bastante eficazes para proteger contra o desenvolvimento de casos graves da doença, porém, nenhuma delas é 100% eficaz contra a infecção e o desenvolvimento de casos leves da doença. Isso quer dizer que se você tomar a vacina, você provavelmente não precisará ser internado, mas ainda pode ser infectado pelo vírus e ter um quadro assintomático ou até ter sintomas leves como tosse, dor de garganta ou até febre. 

Pesquisadores do CDC, que é o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, investigaram a transmissão do novo coronavírus por pessoas que não apresentam sintomas. Estudos anteriores já mostraram que pessoas sem sintomas podem transmitir o vírus por 10 a 15 dias após serem infectadas. Elas são classificadas como assintomáticas, quando apresentam nenhum sintoma da doença em todo o período em que o vírus está em seu corpo, ou pré-sintomáticas, quando os sintomas ainda não apareceram. Os pesquisadores do CDC reuniram informações de vários desses estudos para entender a taxa de transmissão do vírus por pessoas assintomáticas e pré-sintomáticas. Eles concluíram que pelo menos metade das pessoas infectadas receberam o vírus de pessoas que não tinham sintomas. [1]

Outro ponto importante é a possibilidade de reinfecção pelo novo coronavírus. Diferente de vírus como do sarampo e da caxumba, os vírus que causam a covid-19 podem infectar uma pessoa mais de uma vez. Algumas dessas pessoas ficam assintomáticas, mas ainda podem transmitir o vírus. Pesquisadores ainda estão investigando se os casos de reinfecção são causados pelas novas variantes do vírus ou se é pela redução da resposta do sistema imunológico após alguns meses. De qualquer maneira, isso reforça a importância da vacinação em larga escala, inclusive de pessoas que já tiveram a doença. [2]

Outros vírus

Os vírus do sarampo, da caxumba, da rubéola e alguns outros só são transmitidos enquanto a pessoa apresenta sintomas. Além disso, essas são doenças em que não acontece reinfecção, diferente da covid-19 e da gripe, por exemplo. Então, uma vez vacinada, a pessoa não desenvolve os sintomas e não também não transmite o vírus. Por isso, pessoas que já tiveram essas doenças não precisam dessas vacinas. [3]

Então, enquanto não tivermos tratamentos eficazes para covid-19 e enquanto a maior parte da população não for vacinada, todos precisamos continuar usando máscaras, evitando aglomerações e tomando os demais cuidados para evitar o espalhamento do vírus. Fazendo isso, nós nos protegemos e protegemos os outros. Precisamos trabalhar juntos para isso. 

por Patricia S. Sujii

cienciainformativa@gmail.com

Referências:

[1] Johansson, M. A., Quandelacy, T. M., Kada, S., Prasad, P. V., Steele, M., Brooks, J. T., … & Butler, J. C. (2021). SARS-CoV-2 Transmission From People Without COVID-19 Symptoms. JAMA network open, 4(1), e2035057-e2035057.

[2] Ledford, H. (2020). COVID-19 reinfection: three questions scientists are asking. Nature, 585, 168-169.

[3] https://www.cdc.gov/vaccines/vpd/mmr/public/index.html

Photo de capa: Steven Cornfield em Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.