No primeiro texto do especial temático vamos saber mais o que é o folclore. Dia 22 de Agosto é o dia no qual comemoramos o folclore no Brasil e nos outros países do mundo. Segundo o dicionário, o folclore é o conjunto de histórias, contos, provérbios, danças, jogos, receitas e outras formas de arte e da cultura tradicional de um povo ou país, que são preservados ao longo das gerações.

Em inglês a palavra folklore foi primeiramente usada em 22 de agosto de 1846 (daí o dia do folclore passou a ser comemorado nessa data) pelo escritor britânico William John Thoms e vem da união dos termos folk – povo, pessoas comuns e lore – conhecimento, ou seja, é o conhecimento do povo, das pessoas de um grupo ou país.

As lendas e mitos do folclore são geralmente passados de boca em boca e não tem um autor em específico, mas surgem da população como um todo. Além disso, segundo a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), nem toda lenda, conto ou história é considerada folclore. Para ser considerada dentro da cultura folclórica a manifestação cultural (dança, conto, lenda, criatura) deve ter aceitação coletiva (passando de geração para geração), tradicionalidade, dinamicidade (embora carregue uma base, as manifestações folclóricas podem aceitar pequenas intervenções) e funcionalidade (o que originou a manifestação folclórica).

Cada país tem um conjunto específicos da cultura folclórica. No Brasil, por exemplo, temos a lenda do Boitatá, do Saci-pererê, da Iara, do Boto-cor-de-rosa (figura); já nos EUA temos a lenda do Pé-grande; um exemplo muito conhecido de folclore britânico é a lenda de Robin Wood.

Fonte da figura: https://www.estudopratico.com.br/folclore-brasileiro/

 

É interessante notar como alguns temas muito semelhantes permeiam o folclore de vários lugares diferentes. No Brasil, por exemplo, o Curupira tem várias versões nas diferentes regiões do país. Já a lenda da Pisadeira (muito comum em Minas Gerais e em São Paulo), que diz que uma mulher pisa na barriga das pessoas enquanto dormem, é o equivalente à lenda japonesa do Kanashibari, que provoca uma paralisia durante o sono e seria causada por fantasmas.

Seria o folclore apenas uma diversão? Não, segundo alguns filósofos, o folclore é também muito importante para representar as manifestações acumuladas por muitos anos de um povo, que devem ser guardadas. O folclore é tão importante que, de acordo com a UNESCO, ele é considerado um patrimônio cultural imaterial de uma nação e deve ser preservado para ser herdado pelas gerações. É o que mantém parte da nossa cultura viva.

O folclore é algo dinâmico e que ainda mexe com o imaginário de muitas pessoas. Vamos ver ao longo dos textos como a ciência explica algumas lendas do folclore e como as crenças folclóricas podem moldar nosso comportamento e ajudar pesquisadores a encontrar remédios e curas para algumas doenças.

Por Nathália de Moraes

nathalia.esalq.bio@gmail.com

 

Referências
[1] Folklore. Definição. https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/folklore
[2] Folklore. Definição. https://www.merriam-webster.com/dictionary/folklore
[3] Literatura e folclore. https://literaryterms.net/folklore/
[4] Etimologia da palavra folclore. https://www.etymonline.com/word/folklore
[5] Primeiro uso da palavra folclore. https://wordhistories.net/2017/11/24/origin-of-folklore/
[6] UNESCO – folclore. http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/culture/world-heritage/intangible-heritage/
[7] http://revistaboitata.portaldepoeticasorais.inf.br/site/arquivos/revistas/1/15.%20Do%20folclore%20%20cultura%20popular.pdf
[8] https://englishlive.ef.com/pt-br/blog/lendas-e-historias-do-folclore-dos-eua/

Imagem em destaque: https://www.todamateria.com.br/caipora/

2 Replies to “Folclore! O conhecimento de um povo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.